ajax loader

Esqueceu sua senha?

Conectando em redes sem fio pelo terminal

Primeiramente vamos descobrir qual o nome de sua interface de rede.

Abra um terminal (caso esteja na interface gráfica) e digite:

iwconfig

Este comando listará suas interfaces.

Geralmente a interface usada para conexões sem fio se chama wlan0.
Caso não seja este o caso e sua interface esteja representada como eth0 ou eth1 por exemplo, você pode renomeá-la (clique aqui para saber como) ou prosseguir com este nome mesmo, o importante é saber o nome, não importa qual seja.
Com o nome da interface “em mãos” vamos vasculhar nossa área em busca de conexões disponíveis digitando em um terminal:

iwlist scan

Caso o retorno indique que a interface não suporta a busca, digite ifup <interface> (substituindo <interface> pelo nome de sua interface)
Aguarde alguns segundos e cancele este processo pressionando Ctrl+C (apenas para ativar parcialmente a interface). Agora repita o comando iwlist scan, provavelmente irá funcionar  :)

Encontrou a conexão que buscava? Pois bem, agora vamos conectar...
Existem pelo menos três meios para prosseguir com a conexão.
Abaixo descrevo as configurações mais comuns para se conectar em redes abertas (desprotegidas) e em redes encriptadas WEP/WPA/WPA2.


1. Rede aberta (OPN)

Neste caso o processo é bem simples.
Basta definir o nome da rede em questão (ESSID mostrado na listagem do iwlist) executando o seguinte comando: 

iwconfig <interface> essid <nome da rede>

E então requisitamos todas as informações restantes por DHCP: 

dhclient <interface>

Pronto! Estamos conectados. Para testar use: 

ping www.google.com.br

Caso prefira ou precise definir um IP ou outra configuração manualmente, consulte este artigo.

 

2. Rede encriptada (WEP)

Este meio não é muito diferente do anterior.
Primeiramente definimos a senha da rede (supondo que você a possui): 

iwconfig <interface> mode managed key <senha>

Agora definimos o nome da rede: 

iwconfig <interface> essid <nome da rede>

E então concluímos com:

dhclient <interface>

Pronto! Estamos conectados. Para testar use: 

ping www.google.com.br

Caso prefira ou precise definir um IP ou outra configuração manualmente, consulte este artigo.

 

3. Rede encriptada 2 - A Vingança :) (WPA/WPA2)

Bem, este processo também é simples, apesar de muitos artigos e tutoriais o complicarem muitas vezes.
Supondo que você já saiba a senha da rede em questão, vamos começar!
Primeiro devemos criar um arquivo de configuração. Calma, mais simples que isto, impossível:

wpa_passphrase <nome da rede> > /caminho/do/arquivo.conf

Após executar este comando, o terminal irá esperar pela entrada da senha da conexão. Digite-a e pressione enter.
Pronto. Agora vamos testar este arquivo com o comando:

wpa_supplicant -Dwext -i<interface> -c /caminho/do/arquivo.conf

Caso o retorno indique sucesso como “Associação bem sucedida” ou algo assim, pressione Ctrl+c para parar este processo.
Agora é só repetir o mesmo comando, mas deixando-o em segundo plano:

wpa_supplicant -Dwext -i<interface> -c /caminho/do/arquivo.conf -B

Só nos resta os últimos detalhes:

dhclient -r
dhclient <interface>

Sim! Acabou... estamos conectados. Para testar:

ping www.google.com.br

 

OBS: Lembrando que o comando wpa_supplicant pode sofrer alterações em seus parâmetros conforme sua placa de rede.
Caso prefira ou precise definir um IP ou outra configuração manualmente, consulte este artigo.

---------------------------------------------

Dica: Como alternativa ao iwlist, recomendo que instale o Aircrack-ng, um software para métrica de sinal wi-fi e testes de penetração, já presente em distribuições como BackTrack.
As funções do pacote Aircrack-ng são mais robustas e práticas.

E como não poderia deixar de ser, o pacote Aircrack-ng é de graça e pode ser encontrado neste link: http://www.baixaki.com.br/linux/download/aircrack-ng.htm
Mais informações: http://www.aircrack-ng.org

----------------------------------------------

Quando eu vou usar isto? Já inventaram interfaces gráficas e aplicações para gerenciar as conexões de rede.. sabia!?
Sim, eu sabia. Porém, em certas situações, este conhecimento pode ser bem útil e até mesmo crítico para executar determinadas tarefas como configurar servidores. Além disso, todo conhecimento é sempre bem vindo certo? E além disso, a primeira conexão por linha de comando a gente nunca esquece... :)

Até a próxima...

18/10/2011 às 04:14    acessos (34955)     zonetti

Gostaria de deixar o seu comentário? Para deixar o seu comentário por favor faça o registro em nosso site.   Registrar